Férias em Porto – Gaia

Este é outro dos destinos de férias indispensáveis em Portugal. A vocação marítima e mercantilista da zona do Porto reflete-se na história, gastronomia e cultura desta região. Na cidade, o vinho do Porto, o Douro, o dinamismo industrial e comercial e a qualificação como Património Mundial têm atraído muitos visitantes.

Se Matosinho e Vila Nova de gaia foram durante anos os arredores do Porto, hoje assumem-se como pontos de interesse para quem visita a região: pleas praias, caves do vinho do porto, pela aposta numa nova arquitetura e criação de zonas de lazer.

Nos últimos anos, algumas tentativas de requalificação têm produzido renovadas marginais e melhores esplanadas junto ao mar – agora falta mesmo tratar da qualidade da água, para que as suas férias sejam de facto mágicas.Férias em Porto - Gaia

Praias em Porto – Gaia

Angeiras

Areal extenso, muitas rochas e dunas com arbustos. A intensa faina piscatória afasta muitos turistas. A praia, hoje considerada um destino de férias, ainda tem características rurais.

Funtão

Muito rochosa e procurada pelos habitantes locais.

Corgo

Areia branca e fina, algumas rochas e água muito fria. Frequentada essencialmente pelas pessoas que residem na região.

Agudela

Areal extenso, nos últimos anos passou a estar em voga devido à abundancia de espaço, por estar longe do bulício citadino e pela areia branca e fina, que faz as delicias de quem está de ´ferias. Tem dunas e é menos rochosa que as prais vizinhas.

Quebrada

Rochosa, protegida por dunas e com uma envolvente pouco atrativa.

Marreco

Muito rochosa e perigosa para nadar. Junto à praia existe um centro de recreio popular.

Memória

Já foi praia conhecida por Praia dos Ladrões, pois era um lugar de descargas furtivas. Um obelisco assinala o desembarque qui das forças liberais de D. Pedro, e as dunas separam-na da avenida.

Boa Nova

Nas rochas que pontuam o areal, Siza Vieira projetou a Piscina das Marés e a Casa de Chá. Alem das intervenções do arquiteto portuense, a Boa Nova tem ainda um farol. Praia de cariz urbano, serve a população das cidades próximas.

Leça

A mais concorrida das praias de Matosinhos. Apesar da pouca qualidade das águas, o areal continua a ser muito frequentado e os surfistas fazem mil e uma acrobacias na suas ondas. Há cem anos, Leça era uma das praias mais visitadas pela burguesia elitista do Porto, incluindo as famílias da colónia Britânica.

Homem do Leme

Uma estátua está na origem da designação da praia, que tem um parco areal. Existe aqui um aquário e vários bares que gozam de muita popularidade graças à proximidade com os jardins da Av. Montevidéu.

Molhe

Assim chamada por causa do enorme paredão que quebra os avanços do mar, a praia do Molhe é muto frequentada por causa das esplanadas junto ao areal.

Luz

Um dos pontos de encontro mais IN da Invicta. Árvores e arbustos separam a praia da marginal, dando.-lhe um ambiente acolhedor. O parco areal é ocupado pelos frequentadores do bar e surfistas.

Cabedelo

Areal de Gaia, com vista sobre a Foz Velha do Porto, onde se pratica nudismo. Má qualidade da água.

Salgueiros

A sua única mais valia são as boas ondas para a prática de surf e bodyboard, e os bares da zona.

Valadares

Junto à marginal, é muito procurada como destino de férias por causa das esplanadas. Com uma extensa zona de areal, organizam-se ali todos os anos jogos e atividades ao ar livre.

Férias em Póvoa de Varzim – Vila do Conde

Frequentada desde sempre, sobretudo pelas gentes do Minho, Douro e Trás -Os-Montes, a Póvoa de Varzim é o maior e mais popular destino de férias no norte de Portugal. Com todas as vantagens e inconvenientes inerentes. Entre as vantagens contam-se as de ter as estruturas de cidade média, com assinalável numero e qualidade de estabelecimentos comerciais, de hotelaria e de restauração, equipamentos desportivos, court’s de ténis, piscinas, cinemas e um dos maiores casinos de Portugal.

Frequentada por dezenas de milhares de pessoas, com um areal de cerca de três kilómetros pejado de gente, com diversões e atrações constantes, e tudo que numa praia se pode ter exceto – essa desvantagem – aquilo que muitos procuram para as suas férias: tranquilidade., sossego, solidão. Estes podem ainda encontrar-se mas entre Santo André e Aguçadoura, fora do eixo que vai de A-Ver-o-Mar a Vila do Conde.Férias em Póvoa de Varzim - Vila do Conde

Praias em Póvoa de Varzim – Vila do Conde

Esposende

Num ambiente propicio a umas férias de descanso, perto da Foz do Cávado, Esposende é uma praia ideal para retemperar forças e um dos locais prediletos dos jovens da classe média-alta de Braga. O litoral de Esposende é uma área protegida e aí abundam espécies raras.

Ofir

Refugio de muitos portuenses, é também pouso habitual de muitos surfistas e bodyboarders. Devido à grande quantidade de algas, a água é por vezes turva, mantendo no entanto a qualidade. Visitar os rochedos Cavalos de Fão é obrigatório na maré baixa.

Aguçadoura

A praia, de aspecto rural, é procurada pelos habitantes das redondezas e alguns turistas. Infelizmente na época balnear alguns frequentadores deixam um rasto de lixo no areal.

Lagoa

Só as coloridas barracas de pano às roscas nunca se diluem na multidão que escolhe a Póvoa de Varzim para as suas férias. Esta é uma praia muito procurada por bodyboarders.

Hotel

Em frente ao Hotel Vermar, é uma das praias mais concorridas da Póvoa de Varzim. O bar na praia é o seu principal atrativo.

Lada

A proximidade às piscinas, campos de ténis e ao estádio de futebol, fazem desta zona uma das mais concorridas da cidade. Para as crianças existem parques infantis de acesso livre.

Redonda

Inúmeros restaurantes, um posto de correios e bares. Próxima da marginal situa-se uma zona comercial fechada ao trânsito.

Caxinas

Possui peculiares tascos, abrigos voltados para o mar onde os mais velhos jogam às cartas e a Igreja da Nossa Senhora dos Mareantes, um templo em forma de barco.

Azul

Este é o local onde se pára o carro para ver as pessoas passar – é a cruising area de Vila do Conde. Muito frequentada surfistas, é aqui que todos os anos se realiza o campeonato nacional de esperanças. Abundam os bares e restaurantes, perfeitos para umas férias no norte de Portugal.

Azurara

A sul de Vila do Conde é a praia escolhida para a aprendizagem de surf e bodyboard.

Mindelo

Zona ventosa, o Mindelo continua a atrair legiões de vilacondenses para o seu areal. Situada junto a uma reserva ornitológica, a praia possui forte ondulação e é propícia ao lançamento de papagaios. Não muito longe da praia existem luxuosas vivendas.

Férias baratas – Idealizar e Poupar

Férias. Viagens. Descanso e divertimento. Em tempo de férias, são muitas as pessoas que desejam viajar. Escolher um destino onde possam descansar de mais um ano de trabalho, ao mesmo tempo, que possam divertir-se e conhecer novas gentes, novos lugares e novas culturas.

Mas será possível fazer férias baratas? De facto, pode sempre poupar nalguns aspectos relacionados com as viagens, como por exemplo, no alojamento, na alimentação e, até mesmo, na aquisição de atracções turísticas.

Neste texto, ficarão algumas dicas sobre como poupar nas suas férias e viagens, enfim, como minimizar as despesas sem sacrificar o bem-estar ou o divertimento. Leia e reflicta sobre elas. Até lá, vá pensando na melhor forma para viajar. Se de avião, de comboio, de autocarro. Pesquise e informe-se sobre as deslocações e os respectivos preços. Vá a uma agência de viagens ou procure informações na Internet sobre os voos mais baratos para o seu destino de eleição, sobre as companhias aéreas de baixo custo, sobre os pacotes de viagens, sobre os transportes alternativos. É isso mesmo, escolha a melhor alternativa para si, pois também depende do tipo de viagem que fizer, isto é, se viaja sozinho, se acompanhado por alguém muito especial, se leva a sua família ou se vai com o seu grupo de amigos. Cada caso é um caso, mas em todo o caso, precisará de comer, de dormir e, por ventura, de comprar lembranças locais para mais tarde recordar do destino das suas férias ou, então, para saciar o pedido dos parentes e dos amigos que ficaram em terra, mas, nem por isso, dispensam um souvenir escolhido por si.Férias baratas – Idealizar e Poupar

Como conseguir umas férias mais baratas?

Para começar, deve optar por viajar fora da época alta que, nos países do Norte, geralmente, vai do final do Verão até ao início da Primavera. É que, dada a menor procura, a oferta de viagens é financeiramente mais simpática.

O foco de uma viagem não é propriamente o alojamento, uma vez que ao querer divertir-se e querer conhecer novos lugares, vai precisar simplesmente de um quarto para dormir. Por isso, opte por um alojamento modesto, como por exemplo, as pensões e as residenciais, em vez dos hotéis de 4 e 5 estrelas, nos quais os custos são sempre bastante elevados. Se for jovem, pode optar pelas respectivas pousadas da juventude, onde, para além de poupar algum dinheiro, ainda pode travar uma série de conhecimentos. Procure fazer a reserva do alojamento com antecedência e não no dia da chegada ao destino. É que assim, não terá de pagar o preço do balcão, que chega muitas vezes a ser o dobro do preço que consegue arranjar na Internet.

No que diz respeito à alimentação, tome um pequeno-almoço reforçado, pois quanto mais comer, menos fome terá e, então, poupará nas refeições. Uma vez que esta refeição servida nos hotéis já está paga e já, não seja tímido e aproveite. Compre lanches como fruta, sandes, barras de cereais, sumos empacotados e garrafas de água nos supermercados locais e tenha estes alimentos sempre à mão. É que desta forma, evita a ida aos snack bars, nos quais as bebidas e os aperitivos são sempre mais dispendiosos. Limite também a ida aos restaurantes mais sofisticados e, como tal, mais caros e opte pelos restaurantes de fast food, os quais existem em toda a parte.

Espere até ao último dia das suas férias para comprar as atracções turísticas. Deste modo, já tem uma ideia dos preços e saberá onde pode comprar mais barato e, por vezes, até com descontos. Para encontrar os produtos locais, vá pelos caminhos menos populares pelos turistas, nos quais os preços não foram inflacionados pelos forasteiros e opte, sobretudo, pelos mercados ao ar livre. Se for preciso, regateie os preços dos produtos com os comerciantes, pois muitas vezes os preços estão pensados para regatear e estão ao dobro pelo que os comerciantes estão dispostos a vender.

Levante dinheiro com o cartão de débito, pois a melhor forma de conseguir a moeda local é numa caixa de multibanco, uma vez que acaba por sair muito mais barata do que nas casas de câmbio.

Já pode começar a poupar nas suas férias

Depois destas dicas, cabe a si informar-se, organizar-se e ser prudente. Escolha já o seu destino para as próximas férias e, de seguida, reserve a sua viagem e vá conhecer aquele sítio que há muito deseja conhecer. Já agora, quando mostrar as fotografias aos seus familiares e amigos e lhes entregar os respectivos souvenirs, conte-lhes, também, como é possível poupar dinheiro em férias e viagens.

Descanse. Divirta-se. Boa viagem. Boas férias.

Férias de fim de semana

Uma das soluções mais em conta para quem não tem oportunidade de fazer férias durante 10 dias, em Portugal ou no estrangeiro é a famosa escapadinha de fim-de-semana.

Decerto que pelo menos uma vez na vida já teve um fim de semana de férias… São férias curtas mas agradáveis qb e retemperam corpo e alma.

No fundo são 2 noites e 3 dias, que lhe permitem sair de casa para saborear outros ares e outras culturas, outras zonas do seu Portugal ou o sul de Espanha, por exemplo, começando a gozar estas pequenas férias no final de tarde de sexta-feira e terminando as mini férias na noite de domingo…Férias de fim de semana

Beneficios das Férias de fim de semana

As férias de fim de semana, as escapadinhas, são ideais para aquelas alturas em que não tem tempo para fazer umas férias mais prolongadas mas que lhe permitem desanuviar corpo e alma, num local que nunca tenha visitado…

Pode aproveitar para levar o seu parceiro até Paris, cidade luz, para um fim de semana romântico ou simplesmente viajar até ao nosso Algarve e saborear o que de melhor o sul de Portugal tem para oferecer: praia, gastronomia, paisagem…

Se decidir viajar para fora, imagine para Londres, por exemplo, não se esqueça de marcar com antecedência toda a viagem: as passagens de avião – que poderá fazer numa companhia de viagens low cost, as clássicas 2 noites no hotel, e por fim algumas excursões ou visitas a museus ou locais que mereçam a sua visita…

Vai ver que se marcar tudo com alguma antecedência consegue preços bastante bons.
Atreva-se, e dê uma escapadinha de fim de semana.